Parcerias:

(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Egressa do curso de Enfermagem é aprovada em Residência Multiprofissional


Brunna Vivianne Alves da Silva, egressa do curso de Enfermagem da Funorte, concluiu a graduação no ano de 2016 e recentemente foi aprovada na Residência Multiprofissional em Saúde da Família pela Universidade Estadual de Montes Claros- Unimontes.

A enfermeira comenta sobre a importância que a instituição teve para que o sucesso profissional fosse alcançado após a conclusão do curso. “A Funorte conta com um corpo docente altamente especializado, além de um campo de estágio amplo, o que facilita o aprendizado dos acadêmicos com a experiência prática da profissão. Posso afirmar, com total garantia, que saí da faculdade preparada para o mercado de trabalho. Isso se comprova com a minha aprovação em dois concursos públicos, ainda no último período do curso, quando tive a oportunidade de escolher qual cargo assumir e já colar grau com meu emprego garantido.”

A egressa discorre sobre as lembranças do seu período enquanto acadêmica. “Todos os professores foram maravilhosos e contribuíram grandemente para minha carreira. Posso destacar minha preceptora de internato, Carolina Reis, com quem pude aprender muito e me inspirar a ser a profissional que sou hoje. Leila Siqueira, coordenadora do curso, também foi uma pessoa muito importante durante o meu processo de formação. Tenho muito orgulho de ter feito parte desta instituição e ser egressa da Funorte.”

Brunna fala sobre os desafios que a enfermagem traz para o profissional. “Manter-me atualizada sobre as mudanças e novas técnicas ainda é um grande desafio, por isso estou sempre atenta e procuro me especializar o máximo, para atender meus pacientes da melhor maneira. Uma outra dificuldade enfrentada por nós enfermeiros é a questão da saturação no mercado, mas acredito que ainda há espaço, principalmente para os que procuram se destacar e realizar o trabalho com amor.”

Otimista com seu futuro profissional, a enfermeira diz que pretende se aperfeiçoar ainda mais e atuar na docência, que também é um campo de atuação de que ela gosta. Ela completa: “Para ser um bom enfermeiro, é necessário ser verdadeiramente apaixonado pela profissão e estar disposto a enfrentar diversos desafios diariamente. Daqui a dois anos, quando concluir a residência, tenho certeza de que serei uma profissional ainda mais preparada para atender na atenção primária e terei mais oportunidades nesta área da enfermagem que eu amo.”


Publicada em: 03/04/2020
253 Visualizações
Tags: